[ editar artigo]

Recomendação de leitura: Negócios como Missão. BAER, Michael R.

Recomendação de leitura: Negócios como Missão. BAER, Michael R.

Aproveito este tempo que estamos vivendo para me desligar ainda mais das redes sociais e veículos tradicionais de comunicação para me dedicar a oração, jejum, meditação e leituras.  Dentre elas, destaco a obra escrita em 2006, traduzida para português em 2012 do empresário e pastor Michael Baer:  NEGÓCIOS COMO MISSÃO - O Poder da Empresa no Reino de Deus.

A obra de apenas 160 páginas é profunda e provocativa em como nós, autodenominados Cristãos, agimos em nossas profissões com ênfase na condução de empresas e negócios.

Aborda que todas as profissões, e novamente ênfase em empresários e gestores de negócios seguem os 4 pontos relacionados a seguir.

1) Vocacional.   A partir dos textos de Gênesis 1:28 - Deus os abençoou, e lhes disse: "Sejam férteis e multipliquem-se! Encham e subjuguem a terra! Dominem sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se movem pela terra".  e Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindoColossenses 3:23,24, entre outros textos, o autor quebra o paradigma do sacro x secular.  Não existe estas dicotomia para o verdadeiro Cristão.  Para o Cristão, todas as profissões são vocacionadas por Deus e devem seguir a Ética Cristã.  Igualmente todas são importantes na mesma escala. Não há mais santidade em um Pastor do que em outra profissão qualquer.  Também o negociante, o empresário, o gestor. Aliás, Deus nos chama de mordomos. O que existe, sim, práticas distintas da Ética Cristã nestas diversas profissões, por iniciativa de quem as ocupa.  Logo, precisamos ser santos e vocacionados em qualquer profissão e/ou ocupação que tivermos. Este chamado (Vocacionado) está claro na Bíblia quando somos chamados a Amar a Deus e ao próximo,  a prestar Glórias e Louvores a Deus, a praticar a justiça, a cuidar da "viúva, órfão, pobres e estrangeiros",  a ir e discipular nações.....

2) Intencional - Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Jeremias 29:11

Deus tem um papel para cada um de nós no desenrolar da história. Papel que só este indivíduo pode executar. Trata-se da intenção (propósito, como está na moda) de Deus em ter te dado a vida. Este papel tem a ver com tua história, experiências, dons, talentos e principalmente submissão a direção Divina.   Por exemplo, para o meu atual negócio de consultoria empresarial, senti que Cristo me deu a incumbência de aplicar Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Gálatas 6:2 e Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram. Romanos 12:15 como guias para as ações de consultoria. E, dentro do cenário atual, surge muita oportunidade a partir desta intencionalidade. 

Como descobrir a intencionalidade de Deus para você e o seu negócio? O autor nos ensina a ter uma vida de oração, de intimidade com Deus, de reflexão e de conversa com outros profissionais cristãos para que obtenhamos a orientação.  Grupos como o Vision (Curitiba e Balneário Camboriú),  Valorem (Espirito Santo) e C12 (Curitiba, Belo Horizonte e São Paulo),  Cafés da Manhã de Networking Cristão (promovidos por inúmeras igrejas ao redor deste país) além de possivelmente outros não mencionados, são bons lugares para iniciar esta jornada.  Caso conheças outro grupo, publique aqui na plataforma para que a comunidade tenha conhecimento.

3) Relacional  Deus desde o princípio se posiciona como um Deus de relacionamento. Não só entre Deus e Adão, e a humanidade por sequencia, mas também entre a humanidade. A Bíblia é rica nos relatos de relacionamentos bem sucedidos e também em relacionamentos que não foram bem sucedidos. A Bíblia nos revela como são os relacionamentos construídos  partir da vontade dEle, como as consequências de um relacionamento que não segue as orientações divinas.

Qual o melhor lugar para que tenhamos quantidade e qualidade de relacionamentos entre pessoas?  Nosso local de trabalho.  Ali normalmente passamos a maior parte de nossos dias. A partir do trabalho conseguimos quebrar barreiras de forma mais fácil do que de outra forma.  A quantidade de contatos com colegas de trabalho, clientes, fornecedores, prestadores de serviço, acionistas, reguladores, governo, etc. é enorme. 

E no mundo empresarial?  Barreiras de linguagem, de valores, de religião, etc são quebradas para realizar negócios.  Países fechados para o evangelho são abertos para negócios.

Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes. 
Marcos 12:30,31 

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.  João 13:34-35

O trabalho nos permite a aplicar estes mandamentos de Jesus. Amar verdadeiramente. Não em sentimento, mas em verdade. Amar sendo ético; amar cumprindo a palavra (aliás, o combinado não é caro nem barato: é o justo. Este é um lema de nosso negócio na ConsultingNow); amar auxiliando com uma liderança servidora; amar permitindo que o outro possa evoluir; amar entregando a excelência operacional; amar falando a verdade; amar vendo as pessoas como filhos de Deus e não apenas um número; amar sendo justo; amar sendo eficiente e cobrando a eficiência; amar sendo luz de Cristo através dos atos....entre inúmeras outras formas de expressar o amor Ágape.

4) Operacional -  Por operacional entende-se todos os processos que a sua profissão e negócio realizam. Isso mesmo: todos.  Desde o primeiro contato com o acionista, cliente, fornecedor, empregado, governo, até a entrega final e gestão de relacionamento com cada um dos stakeholders. E, nesta etapa operacional, nada menos que a excelência é requerida.  Porquê?  Se entendemos que nosso negócio é vocacionado, portanto um lugar sagrado e um templo de adoração a Deus, como podemos nos contentar com qualquer coisa abaixo da excelência?  Se entendemos que nosso negócio é intencional, que faz parte do plano de Deus para este mundo, será que queremos que nossa parte não seja realizada com excelência?  Se entendemos que nosso empreendimento e profissão é relacional, que através dele mostramos o Amor de Deus, será que compartilharemos um amor imperfeito?  

Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.  1 Coríntios 10:31  A Glória de Deus deve ser perfeita, sem mácula, com tudo o que está em nosso coração.  E o apostolo Paulo nos ensina 

pois estamos tendo o cuidado de fazer o que é correto, não apenas aos olhos do Senhor, mas também aos olhos dos homens. 2 Coríntios 8:21

Então, sejamos perseguidores da excelência, da criatividade, da inovação, do produto e serviço UAU (aquele que arranca este tipo de expressão de nossos clientes).  Mas tudo isso baseado na Ética Cristã.  Enfatizo aqui a palavra Cristã, pois o senso comum se tornou relativista, de que os valores e verdades não são absolutos, de que precisamos ser pragmáticos e liberianistas.  As verdades sobre a ética de Deus estão expressas na Bíblia.

Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça,
para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra
2 Timóteo 3:16,17

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2

E a partir delas que precisamos construir a nossa vida, carreira e nossos negócios e empreendimentos.

Vivendo desta forma, estaremos aplicando o que o autor relata como viver de forma a provocar perguntas. O que a Bíblia nos orienta Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós1 Pedro 3:1

E de bônus, traz ainda sugestões práticas de como implementar em seu negócio uma cultura de Empresa do Reino.  Vale a pena conferir.

Aliás, é sobre este tema que surgiu a plataforma www.e-reino.com.br.  Participe! Ore! Divulgue! Dê a sua contribuição sobre como podemos desenvolver esta mentalidade em nosso meio.  O Reino de Deus está presente. E você, faz parte dele? Você está fazendo a sua parte para a consolidação do Reino de Deus? E o seu empreendimento (negócio, profissão, carreira, profissional liberal, etc) está consagrado para ser de Deus?

Que Deus te abençoe e dê sabedoria, para que sejas instrumento nas Suas mãos.

 

REINO
Renato Osvaldo Bretzke
Renato Osvaldo Bretzke Seguir

Ajudo a Vencer desafios nos negócios com ética, controle adequado e inovação.

Ler conteúdo completo
Indicados para você