[ editar artigo]

Caminhe Devagar para.....

Caminhe Devagar para.....

Nesta semana recebi um excelente material do renomado pensador e desenvolvedor de lideranças  John C. Maxwell:  https://www.youtube.com/c/JohnCMaxwellTeam/featured .   Nesta série, ele está repassando ditados da vida que aprendeu de seu falecido pai, Dr. Melvin Maxwell.

A orientação que o Dr .Melvin passava para os seus, era: "CAMINHE DEVAGAR PARA....".   Esse conceito parece ultrapassado nos dias atuais, quando lemos que a pandemia realizou 5 anos de mudanças em 5 meses e vemos que a partir das novas tecnologias, em especial 5G e computação quântica, a vida se tornará ainda mais acelerada.  Por incrível que pareça, isso ainda é possível.

Passado este impacto de senso de algo da era Mesozoica, também conhecida como a era dos Dinossauros,  surge um novo e desconfortante sentimento: se reduzir a velocidade do que já estou fazendo, não serei atropelado (pelas tarefas, pelos objetivos, pela concorrência, pelo mercado, etc.)?  A primeira impressão e resposta é positiva.. Sim, serei atropelado.

Na continuidade da reflexão revela-se o real paradoxo da afirmação: CAMINHE DEVAGAR PARA...

  1.  CAMINHE DEVAGAR PARA...  ir mais longe. Os velocistas Maurice Greene e o renomado Usain Bolt atingiram a esplêndida marca  de 43,9 e 44,72 km/h respectivamente, por um percurso de 100 m.  Já um maratonista corre a 20 km/h, por uma distância de 42 km.  Também há um ditado recorrente que se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá acompanhado.  Então, se nossa perspectiva de vida é a longo prazo, devemos ir acompanhados (aspecto relacional) e devagar (velocidade que nos permite chegar na meta).
  2. CAMINHE DEVAGAR PARA...Perceber o ambiente.  Comparemos uma viagem de avião com uma de automóvel. Em qual delas temos maior capacidade de absorção do ambiente?  O mesmo vale para nossa vida profissional e empresarial.  Muitas vezes não conseguimos perceber o que está acontecendo ao nosso redor (cenários, ambientes, oportunidades e ameaças, forças e fraquezas, riscos, tendências) pelo simples fato que a velocidade do cotidiano não o permite. Se não percebermos o ambiente, não temos como nos preparar para o mesmo. E, se não nos prepararmos, tornamo-nos em bombeiros viciados workaholics: aqueles que não sabem viver se não tiver a adrenalina e falsa sensação de utilidade para resolver os problemas urgentes que estão ao nosso redor; aquela sensação enganosa de que o mundo não existiria sem a nossa presença. E, em pouco temo estamos sofrendo de burnout, depressão, ansiedade e outras doenças do gênero.  Na reeducação para conseguirmos ler antecipadamente o ambiente, nos tornamos mais efetivos e eficazes. E chegamos mais longe.
  3. CAMINHE DEVAGAR PARA...Perceber as pessoas. Se tem uma coisa que me incomoda na pandemia é não saber como cumprimentar as pessoas, principalmente aquelas que não conhecemos adequadamente. A sensação é que nos tornamos mal-educados e arrogantes. Sem um aperto de mão, sem um sorriso visível, decorrente das máscaras.  Mas se refletirmos mais profundamente,  quantas vezes não percebemos que estamos interagindo, negociando, trabalhando, estabelecendo parcerias com pessoas. Quantas vezes não vemos que estamos frente a frente com alguém que tem medos, ansiedades, sonhos, competências, talentos, virtudes, relacionamentos.  Quantas vezes nos focamos apenas nas tarefas e esquecemos de ver o impacto da tarefa nas pessoas. E quantas oportunidades perdidas. Oportunidades inclusive de resultados melhores, pois pessoas que se sentem valorizadas, se engajam mais na tarefa. Pessoas que se sentem reconhecidas, são mais felizes. Pessoas felizes atentem melhor o cliente e executam suas tarefas com mais qualidade.  Clientes melhor atendidos e produtos com melhor qualidade geram mais valor.  Esse é um círculo virtuoso..
  4. CAMINHE DEVAGAR PARA...Ser percebido.  Dr. Maxwell, ao caminhar pelo Campus Universitário, sempre fazia questão de cumprimentar as pessoas que encontrava. O objetivo não era apenas ser simpático e/ou educado. Ele queria que as pessoas percebessem a presença dele. Não de forma arrogante. Mas de forma acessível, para que pudesse ser abordado e assim poder interagir e ajudar aos outros. O ajudar poderia ser num simples "olá, como você está hoje", até uma oferta mais complexa de "como posso te ajudar a ter notas melhores".  Com o coração aberto para ajudar ao próximo.  O ser percebido é parte fundamental para estabelecer relacionamentos. É parte fundamental para que possamos atingir nossos objetivos pessoais, profissionais e também empresariais. Não é querer ser o centro das atenções ou o rei/rainha do espaço.  É de forma elegante, discreta e educada fazer com que os outros saibam que podem contar conosco, que somos confiáveis e que resplandecemos o amor para com o próximo.
  5. CAMINHE DEVAGAR PARA...Interagir.  Se percebermos e somos percebidos, a interação é uma consequência natural. Quantos contatos empresariais e missionais deixaram de ser feitos apenas por não ocorrer interação. E a base da interação é a falta de percepção.  Interagir é comunicar-se em mão dupla.  É ouvir. É conversar. É aconselhar. É negociar. É construir conjuntamente. Recomendo aqui a leitura do clássico livro, escrito nos idos de 1930 por Dale Canagie "Como fazer amigos e influenciar pessoas".  Esse material tem me ajudado muito na vida.  Influenciar não é manipular.  Liderar é a capacidade de influência que temos sobre as pessoas. E todos temos influências, como você usa a sua?
  6. CAMINHE DEVAGAR PARA...Deixar um legado.  Por mais que Usain Bolt deixou um legado de até agora ser o homem mais rápido do mundo, certamente em algum momento da história alguém o ultrapassará.  Ser rápido também deixa um legado. Mas se adotarmos os pontos anteriores, na forma relacional, o bem que faremos para as pessoas deixará um legado que ninguém poderá ultrapassar.  Quando Dr. Maxwell estava incapacitado para caminhar pelo Campus Universitário, muitas pessoas buscaram contato com ele para saber o que estava ocorrendo. Afinal, sentiram falta da interação com o Dr. Maxwell.  As marcas nas pessoas com que interagiu não serão substituídas por ninguém. Que legado você quer deixar?

Esta reflexão me levou a alguns textos de sabedoria, escritos a muito tempo atrás:

"Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus". Romanos 12:2

"Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas". Mateus 6:33

"Descobri que todo trabalho e toda realização surgem da competição que existe entre as pessoas. Mas isso também é absurdo, é correr atrás do vento.

O tolo cruza os braços e destrói a própria vida.

Melhor é ter um punhado com tranqüilidade do que dois punhados à custa de muito esforço e de correr atrás do vento.

Descobri ainda outra situação absurda debaixo do sol:

Havia um homem totalmente solitário; não tinha filho nem irmão. Trabalhava sem parar! Contudo, os seus olhos não se satisfaziam com a sua riqueza. Ele sequer perguntava: "Para quem estou trabalhando tanto, e por que razão deixo de me divertir? " Isso também é absurdo. É um trabalho muito ingrato!

É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas.

Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!

E se dois dormirem juntos, vão manter-se aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho?

Um homem sozinho pode ser vencido, mas dois conseguem defender-se. Um cordão de três dobras não se rompe com facilidade" . Eclesiastes 4:4-12

"Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens", Colossenses 3:23

"Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.

Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.

E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos.

Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé". Gálatas 6:7-10

 

Portanto, andemos devagar..... Tocando em frente.

 

Ando devagar porque já tive pressa

E levo esse sorriso

Porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte

Mais feliz, quem sabe

Só levo a certeza

De que muito pouco sei

Ou nada sei

Conhecer as manhas e as manhãs

O sabor das massas e das maçãs

É preciso amor pra poder pulsar

É preciso paz pra poder sorrir

É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida

Seja simplesmente

Compreender a marcha

E ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro

Levando a boiada

Eu vou tocando os dias

Pela longa estrada, eu vou

Estrada eu sou

Conhecer as manhas e as manhãs

O sabor das massas e das maçãs

É preciso amor pra poder pulsar

É preciso paz pra poder sorrir

É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia

Todo mundo chora

Um dia a gente chega

E no outro vai embora

Cada um de nós…

Letra: Almir Sater 

Fonte: LyricFind <https://www.google.com/search?sxsrf=ALeKk02SKFCXLOWBVEuc02ln7eTZQUKolQ%3A1600527065267&ei=2RpmX9vhD6mx5OUP6o2KoAM&q=musica+ando+devagar+letra&oq=musica+ando+de&gs_lcp=CgZwc3ktYWIQARgBMgIIADICCAAyAggAMgIIADICCAAyAggAMgIIADICCAAyAggAMgIIADoECCMQJzoFCAAQsQM6CAgAELEDEIMBOgcIABCxAxBDOgQIABBDOgcIIxDqAhAnUPmJA1iXrwNgkr8DaARwAXgBgAH7AYgB8RGSAQYwLjE3LjGYAQCgAQGqAQdnd3Mtd2l6sAEKwAEB&sclient=psy-ab>

REINO
Renato Osvaldo Bretzke
Renato Osvaldo Bretzke Seguir

Ajudo a Vencer desafios nos negócios com ética, controle adequado e inovação.

Ler conteúdo completo
Indicados para você